Você sabia que os dois trechos (delgado e o grosso) do intestino quando esticados podem ocupar uma área de até 250 m²?

Além do tamanho que surpreende esse grande órgão concentra fatos muito interessantes e um deles é: assim como o cérebro, ele tem neurônios e aloja trilhões de bactérias, que estão relacionadas a processos essenciais desempenhados pelo organismo.

As surpresas não param por aí, o intestino possui mais neurônios do que a espinha dorsal: cerca de meio bilhão e mais de 30 neurotransmissores incluindo 50% de toda a dopamina e 90% da serotonina presentes no organismo, e ainda atua independente do Sistema Nervoso Central. É devido a este detalhe que ele é considerado o “segundo cérebro do corpo humano”.

De forma simplificada, o intestino tem cerca de 500 milhões células semelhantes as que constituem o cérebro. Embora a massa cinzenta possua bilhões, esse número presente no intestino já é o suficiente para formar um sistema nervoso próprio, que pode coordenar tarefas como a liberação de substâncias digestivas e os movimentos que estimulam a evacuação, isso tudo sem a necessidade do comando cerebral.

Autonomia

Esse segundo cérebro totalmente autônomo e sua diversificada comunidade microbiana influenciam o bem-estar geral do corpo, indo muito além do ato de processar e extrair energia dos alimentos ingeridos. O que queremos dizer é que o intestino pode interferir imperceptivelmente no primeiro cérebro, por isso influenciar também as emoções.

Devido a essa independência, muitos estudos têm investigado se o funcionamento do intestino pode dar pistas ou até mesmo beneficiar o tratamento de doenças mentais ou do sistema imunológico.

Curiosidades sobre o intestino

Se você leu este artigo até aqui e quer saber mais sobre esse segundo cérebro, confira outros 4 FATOS surpreendentes que com certeza incentivarão você a prestar mais atenção no que está bem debaixo do seu umbigo, literalmente. Confira:

  1. Cerca de 70% das células do sistema imunológico vivem no intestino.

Esse fato torna o órgão o principal imunizador de diversas doenças. Pesquisas recentes indicam que pessoas com problemas intestinais frequentes são mais suscetíveis a doenças comuns como a gripe, por exemplo.

  1. Quer ter um microbioma diversificado? Diversifique também a dieta!

Isso porque os micróbios que habitam em nosso intestino precisam de diferentes alimentações. Lembrando que eles não são vilões e sim fundamentais para a digestão, porque a atividade que desempenha permite que nosso corpo absorva certos nutrientes dos alimentos. Desta forma, eles atuam com mais eficiência quando oferecemos diferentes alimentos.

  1. Como citamos antes, o intestino também influencia o cérebro.

Não é à toa que ele está relacionado aos níveis de estresse e ao estado de ânimo. É o que você deve estar pensando mesmo: os problemas intestinais podem ser ocasionados por agentes estressores. Também é interessante pensar que a maior parte da serotonina do corpo, uma proporção de 80% a 90% aproximadamente, é encontrada no trato gastrointestinal. Busque equilíbrio, uma vida mais tranquila e um intestino obediente!

  1. Por último, mas não menos importante falaremos neste tópico como melhorar sua saúde digestiva e o seu microbioma intestinal.

As principais dicas são: siga uma dieta diversificada; reduza o nível de estresse, fazendo meditação, relaxamento ou ioga; evite cafeína, álcool, comidas pesadas ou apimentadas; tente manter um sono regulado, pois ao mudá-lo você interrompe o relógio biológico, alterando os padrões intestinais.

Como você pôde perceber: as pesquisas que buscam mais informações sobre esse eixo intestino-microbiota-cérebro apesar de ainda recentes, são um tanto promissoras e nos faz ter a esperança de que a resposta para muitos problemas podem estar mais próximas do que imaginamos.

Anelise Taleb

Farmacêutica e Bioquímica

Referências:

A incrível conexão cérebro-intestino

https://saude.abril.com.br/mente-saudavel/a-incrivel-conexao-cerebro-intestino/

Intestino: seu segundo cérebro

https://super.abril.com.br/saude/seu-segundo-cerebro/

Por que o intestino é considerado nosso ‘2º cérebro’ e outros 5 fatos surpreendentes sobre o órgão

https://www.bbc.com/portuguese/geral-45664504

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *