Só quem tem pele oleosa sabe o incomodo que é controlar o excesso de brilho e o aspecto indesejado gerado pela condição. Chega um momento que usar lenços umedecidos e lavar o rosto várias vezes ao dia já não surte mais nenhum efeito, muitas vezes até piorando a oleosidade.

Impactos causados pela oleosidade da pele

A oleosidade excessiva da pele, também conhecida como pele seborreica, hipersecreção sebácea, ou, popularmente, “seborreia” pode facilitar o surgimento de cravos e espinhas, merecendo, principalmente nos dias mais quentes, muito cuidado e atenção.

Como resolver?

Atualmente existem diversas formas de cuidar e tratar uma pele oleosa. Tratamentos dermatológicos como peelings, lasers e limpeza de pele podem ser bastante eficazes no controle da oleosidade da pele.

Mas é extremamente importante lembrar que muitos desses tratamentos são contraindicados no verão, por isso vale a pena conversar com o seu dermatologista antes de recorrer a alguma destas técnicas.

Outro aspecto muito importante a ser levado em consideração é que além do tratamento específico, os produtos usados com frequência na pele como sabonetes, protetores solares e maquiagem, por exemplo, também devem ser totalmente direcionados a peles oleosas, pois quando inadequados podem agravar a condição.

Dicas de cuidados

Se você sofre com a pele oleosa e ainda tem dúvidas da rotina de cuidados que deve ser seguida para mantê-la saudável e bonita, abaixo separamos algumas dicas que podem te auxiliar no dia a dia, confira:

Enxague

O primeiro passo é ter cuidado em algo que fazemos todos os dias: lavar o rosto! O ideal é regular a temperatura da água para morna ou fresca, porque quando muito quente remove a oleosidade natural da pele, fazendo com que o organismo produza mais sebo. Prefira água morna ou fresca.

Limpeza

Ao contrário do que muitos acreditam, a pele oleosa não deve ser limpa todo o tempo. O ideal é que a limpeza seja realizada de manhã e à noite com produtos específicos e recomendados pelo dermatologista, para remover os resíduos e impurezas concentrados na pele e desobstruir os poros.

Tonificação

Após a limpeza é muito importante tonificar a pele com loções tônicas e adstringentes sem álcool, pois estes produtos auxiliam no fechamento dos poros, reduzindo a inflamação e removendo as células mortas.

Hidratação

É isso mesmo! A pele oleosa também deve ser hidratada. Manter a pele bem hidratada ajuda a controlar a aparência brilhosa e é essencial para a pele, pois repõe a água. Se a pele, mesmo oleosa, já estiver bem hidratada, o corpo entenderá que não é necessário produzir mais oleosidade para compensar essa necessidade. É o mesmo efeito rebote da limpeza em excesso.

Esfoliação

A esfoliação é uma excelente forma de remover as células mortas, controlar a oleosidade e desobstruir os poros, mas é preciso seguir a frequência recomendada pelo seu dermatologista para que a esfoliação não traga efeitos negativos, afinal, a intenção é deixar a pele bonita e saudável, não é mesmo?

Dica da TAVE

Para que todas estas etapas sejam feitas adequadamente e gerem um resultado satisfatório, a escolha de produtos de qualidade, geralmente sem óleo na composição, os chamados oil free, é decisiva para o sucesso do tratamento.

E é pensando nisso que a TAVE trabalha com uma linha de produtos totalmente direcionada aos cuidados com a pele oleosa, contando com máscara de limpeza, creme matificante, gel de limpeza, adstringente e água micelar.

Antes de escolher qualquer tipo de dermocosmético consulte um médico dermatologista para uma avaliação completa sobre o seu tipo de pele e os produtos mais adequados.

 

Referências

https://www.tavepharma.com.br/cuidados-diarios-rosto-controle-de-oleosidade

Como cuidar da pele oleosa?

http://sbdrj.org.br/catnoticias/como-cuidar-da-pele-oleosa/

Nove segredos para controlar a oleosidade da pele

https://www.minhavida.com.br/beleza/galerias/3373-nove-segredos-para-controlar-a-oleosidade-da-pele

Saiba como a oleosidade pode ser benéfica para a pele

https://veja.abril.com.br/blog/letra-de-medico/saiba-como-a-oleosidade-pode-ser-benefica-para-a-pele/

 

Anelise Taleb

Farmacêutica e Bioquímica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *